Make your own free website on Tripod.com

Home

Galeria de Fotos | Poesias de rua | Opinião | Livro Babel | Trabalhos | Livro O Profeta Imaginario | Contate-me
POETA DE RUA
Livro O Profeta Imaginario

O PROFETA IMAGINARIO
ANDARILHO DA FE

Este livro e inspirado nas pessoas de fe, que visitam pessoas enfermas, que estao internadas nos hospitais desse mundo afora.

Sao missionarios das mais diversas religioes que levam alguns minutos de paz e alegria, principalmente as pessoas que foram abandonadas pelos familiares em hospitais publicos.

Missionarios que levam a palavra de fe, a amizade e auxiliam as pessoas que nao tem nenhuma estrutura financeira. Assim, a cura vem da esperana e de um dia melhor!

Laerte Vicente
09/08/2003




O Profeta Imaginario
Andarilho da Fe

Homens e mulheres de fe
Que circulam entre leitos
Orando pelos enfermos
Ajudando os solitarios
Profetizando curas
E um dia de vida melhor

Pessoas dentro
De seu universo
Citam textos biblicos, como versos
As vezes alem
Do que esta escrito

Levam momentos de alegria
Ao enfermo abandonado
Carregando em seu bom
As vezes exagerados coracoes
O amor de Deus

Laerte Vicente
09/08/2003



Menina quero ocupar seu coracao
Plantar la dentro
A semente do amor
Resistir as tempestades do mundo
E construir uma vida com voce

Laerte Vicente
30/07/2003




Eu quero beijar
A estrela
O luar

Eu quero estar
Na passarela do mundo
Atravessando continentes
Plantando sementes de amor

Por onde eu passar
Quero viver minhas utopias
Neste mundo real
Carregando dentro de mim
A paz

Sonhando com aquele
Mundo feliz
Que talvez um dia
Hei de encontrar

Laerte Vicente
03/07/2003


O profeta da Paulista

Sou profeta da Paulista
Profeta do Bixiga
E no mundo vou me encontrar
Com o presente e o futuro

Levo em minhas veias
Musica e poesia
Cristo o crucificado
Muito amor para dar

Procuro belas mulheres
Nos mais longinquos lugares
Com elas quero fazer amor
Sexo sem parar
Ate que meu corpo
De suor venha derramar

Vou alem mar
Volto da volta ao mundo
As vezes sou profano e mundano
Querendo o universo conquistar

Penso que sou Deus
As vezes sou ateu para pecar quero consertar o mundo
Tambem quero errar

Busco ser puro
Mas o mundo vive
A me contaminar

Atravesso montanhas
Rios, favelas e bairros
Para comigo mesmo tentar encontrar
As vezes bato de frente
Com a fe
E vem o mundo, ela me tomar

Sou profeta cristo, pecador
Querendo minha alma salvar
Poetizando e cantando
Nesse mundo sem parar

Deus me abre os bracos
E eu ando sempre a me desvencilhar
Sonho em ser rei
E ate o mundo conquistar
Derrubar os muros de nossas jericos
E um mundo de sonho conquistar

Deus livre, Deus vida
E eu sou instrumento
Para seu povo libertar

Sou guerreiro, passageiro
Desse mundo cruel
J aouvi muitas historias
De guerras infinitas
Onde morrem crianas
E adultos inocentes

Guerras provocadas
Por politicos filhos de sata
Para o mundo dominar
Mandando no petroleo
E na comida

Deixando seu povo
Fome passar

Haver ainda no futuro
Muitos filhos do diabo
Liderando a politica da miseria
Para a humanidade exterminar

Haver os homens de bens
Que pelo bem lutar
Libertando seus povos
Da fome e miseria

Homens de Deus
Querendo almas salvar
Diante das tentacoes desse mundo
Onde o mal quer dominar

Salve pai
Salve rei
Salve Jesus Cristo
E as familias do mundo

Hoje ha pais drogados
Embriagados
Que passam seus filhos
A espancar e matar

Se o homem aqui na Terra
Nao lutar
Nao haver libertacao
Tem que se varrer do mundo nossos tiranos
Criadores de imperios
Que querem o dominio do mundo
Sonhos, homens e guerreiros
Que em luta permanente,
Devemos sempre estar

No adianta meu irmao so orar
Deus pai,
Deus fiel, protetor
Ele no quer covarde e omissao
Pois no adianta rezar

Mas aqueles que o mal enfrentar
Sou profeta poeta fraco
Que o sexo das belas mulheres
Vive a dominar
Ja transei varias
Varias ainda hei de transar

Como profeta e pecador
Talvez um dia Deus venha me perdoar
Leio a Biblia e outros livros
Sempre para melhor
Me informar

Serei um dia Rei,
Ou anjo na casa de Deus
Onde irei morar

Ele vira para esse mundo louco
Para eu e voces resgatar

Salve a Patria
Salve a luz
Salve Cristo rei
Salve o meu caminho
Cheio de espinho
Mas nas rosas
Irei chegar

Quero a liberdade
Ver o povo feliz
Cantar alegria
E ver um dia

Esse nosso mundo sem guerra
Nosso povo no passando fome
Encontrando Jesus Cristo

Vamos mudar esse mundo maluco
Viver intensamente nossa maluques
Sem destruir a natureza
Sendo solidrios com pessoas
Pobres, enfermas e famintas

Se houver consciencia
Nosso mundo poder ser
Um imenso paraiso
Onde viveremos em paz
Amaremos intensamente
Uns aos outro
E como num conto de fadas
Seremos novamente felizes
Enquanto dure

Laerte Vicente
03/07/2003



Guerra que mata
Guerra que muda
Muda a vida dos homens

Busque sua paz interior
Mude sua vida
Que voce mudara o mundo
Os homens estao cegos
Talvez voce os faca enxergar

A luz bate na sua porta
Mas voce nao quer sair
Da escuridao
A liberdade bate na sua porta
Se voce nao quer se libertar

Liberte sua alma
Cultive amor, colha paz
Um dia as guerras hao de acabar

Com elas irao as pestes
Busque sua paz interior
Pois o mundo voce pode mudar

Laerte Vicente
03/07/2003



Eu quero ser
O seu amor
Morar dentro de seu coracao

Eu quero lhe amar
Intensamente
Mas nosso amor impossivel

Talvez eu nunca
Poderei a tocar
Pode ser que aconteca
Um milagre
E profundamente
Nos podemos nos amar

Laerte Vicente
03/07/2003



Aquele coracao
Parece que esta distante
Mas como gostaria de conquista-lo

Mas eu tenho
De ficar no sonho
De um dia poder amar
Atravessando todas
As barreiras do universo
E num lugar, la no infinito
O nosso mundo construir

Laerte Vicente
03/07/2003



Eu vi voce
Lhe toquei e beijei
senti um calor em meu corpo
um tesao e me afastei
e nunca mais vi voce

Laerte Vicente
03/07/2003



Encontrei meu pedaco de fe
Perdido bem la dentro de mim
Acreditei que um dia
Poderei vencer e vencerei

03/07/2003



Todo dia
Nos tentam a ser
Um coracao satanico
Nos fazem cair no mundo
Da ira

Mas nos lutamos
Para estar sempre
De mos dadas com o bem

Laerte Vicente
03/07/2003



Ha muito tempo
Eu procuro ser a luz
Sou jogado freqentemente
Nas trevas
Mas um dia encontrarei
Infinitamente o amor

Laerte Vicente
03/07/2003



Ser luz
Ser vida
Ser eu
Ser algum
Ser fe
Ser nada
Simplesmente ser

Laerte Vicente
03/07/2003



Passe pela minha rua
E me d eum beijo
Meu coracao esta aberto
Quem sabe voce more nele

E conquiste a felicidade
Que voce tanto procurou
Nao chore agora
Nem depois

Seja apenas feliz
Quem sabe voce desperte
O amor que ha dentro de mim

Laerte Vicente
03/07/2003



Caminhe menina
Na passarela de meu coracao
Ganhe esse universo
De amor que ha dentro de mim

Vamos juntos
Sentar a beira da fogueira
Olhar para o luar
Cantar e namorar
Ate o dia raiar
Hoje e dia de alegria
Hoje e dia de dancar

As estrelas brilham
Como seu olhar
Essa e uma noite linda
Para a gente se amar

Escreverei para voce
Mil versos de amor
Cantarei as mais belas cancoes
E despertarei entre nos
A mais bela paixao

Laerte Vicente
04/07/2003



O sol brilha
Em tarde fria de inverno
Automoveis circulam
Pela avenida Dr. Arnaldo
E o ceu de So Paulo
Esta cinzento

Ha muitos dias nao chove
Ando pelas caladas sem rumo
Pensando em voce

Voce anda distante
Em algum lugar, nessa metropole

Meu coracao dispara
Nao desejo de um dia
Poder encontra-la
E ama-la profundamente

Jovens, adolescentes
Fazem algazarras
No meio da rua
Meninos e meninas
Em um ritual de paquera
Meu coracao bate forte
Cheio de saudades de voce

Laerte Vicente
07/07/2003


A minha profecia
E ver voce morando
Em meu coracao
Fazendo a vida mais feliz

Derrubando as barreiras
Desse mundo louco
Construindo castelos de vida
Viajando em momentos de paixao
Vivendo a cada segundo
Sem medo do futuro
Projetando um mundo novo
Onde reinar o nosso amor
Irradiando alegria
Felicidade sem fim

Laerte Vicente
04/07/2003



Deus Mulher, Mulher Deus

E o caminho do amor
E o caminho da dor
Um universo de prazer
Musa para eternas poesias

Do universo criou a terra?
Ou da terra criou o universo?
Os poetas e os versos?

Sera Deus um homem?
Sera Deus uma mulher?
Ou sera Deus homem e mulher?
Luz da vida
Vida em luz
Como homem crucificado
Como criancas esfomeadas
Abandonadas nas ruas e pracas
Das cidades do mundo
Quem sera nosso criador?
Ele ou ela aliviar nossa dor?

Laerte Vicente
08/07/2003




Ande alem da luz
Que brilha na cruz
Do menino de rua
Vagando entre multidoes
Buscando um pedaco de pao
Para fome saciar

Ande alem do arco iris
Descobrindo o que ha por la

Se ha um reino de paraiso
Onde a paz devemos encontrar
Para o mundo levar
E as pessoas conquistar

Laerte Vicente
09/07/2003


Viaja menina
Em meus olhos
Que anda perdido
Nos seus
Querendo descobrir
Segredos teus

Viaja, menina
No calor de meu corpo
Que quer amar o seu

Laerte Vicente
11/07/2003



Naquele canto
Ha um pranto
Da mulher
Que perdeu seu amado
Para um mundo
Em guerras sem fim

Laerte Vicente
14/07/2003



Jesus Cristo
Pregou o amor
E a liberdade
Os homens da terra
Pregam as guerras
Prises e desigualdades

Laerte Vicente
14/07/2003



Na cozinha, perto do morro a linda menina morena
Canta as cancoes que ela ouve
No radio, lavando as roupas no tanque
Sonhando em conhecer um belo rapaz. E viver uma vida de princesa com seu prncipe
A menina da cozinha perto do morro, sonha um dia conhecer o mundo, de que fala aquelas canes do radio
Imagina ela que talvez, seja um mundo de felicidade
E que seu principe um dia vir para leva-la a conhecer e conquistar esse mundo e ser feliz

Laerte Vicente
14/07/2003


Eu vou atravessar
A ponte do arco iris
Conhecer, o desconhecido
E amar profundamente voce

Laerte Vicente
14/07/2003




Amanhece
E hoje o ceu de Sampa
Esta azul
Com leve toque de cinza
Da poluicao dos carros
O sol da manha
Entra pelos meus olhos e ilumina meu coracao

E vem a lembranca
De uma musa oriental
Perdida la distante no tempo
De sua meiga maneira de ser
E das loucuras de amor, que fazemos nessa imensa metrpole

Laerte Vicente
15/07/2003



Andarilhos da Fome

Na cidade, no campo
O homem nao tem emprego
Nem onde morar
E vive pelo mundo, a perambular

Sonha com emprego
E reforma agraria
Para a sua familia, sustentar

Para o homem do campo
Na cidade no ha lugar
Para o homem da cidade
No campo nao ha lugar

Ha uma necessidade
De uma grande mudanca
Os povos do mundo
Lutam cheios de esperanca
De um lugar ao sol
Um dia conquistar

Laerte Vicente
15/07/2003




Preconceito e doenca
Preconceito e falencia
Preconceito e demencia

Dele nasce guerra
E violencia
Atrasa a vida das pessoas

Mas dele voce pode se curar
Respeitando o proximo

Na raca
Na cor
Na doenca
E na crenca

Amando a cada momento de sua vida
Levando a compreensao
A uniao

Abrindo as portas
Para um mundo novo
E vivendo alegremente

Laerte Vicente
15/07/2003



Uma rosa branca
Vou lhe ofertar
Para conquistar seu coracao
Lhe amar
Amar voce plantando a paz



Rosa Branca
Simbolo da paz
Levo-te a minha amada,
Para com voce,
O amor dela conquistar

Rosa Branca
Que floresce no campo
Me enche de encanto
E para, voce eu canto
As mais belas cancoes
Em noite de luar

Laerte Vicente
15/07/2003



Eu vou a deriva,
Nessa estrada sem fim
Meu coracao bate forte
A cada passo que dou
Meus olhos ficam fixos
Nos novos trechos, desse caminho que faco
Na esperanca de encontra-la
Passo por cidade, campos e florestas
Nao encontro voce
Vejo pessoas, bonitas e feias
Gordas e magras, criancas e adultos
Brancos, pretos e amarelos
No entanto voce nao esta la
O mundo vai parecendo pequeno,
Diante de meus passos e das tecnologias existentes
Perambulo da America ao Oriente
Ouco varios idiomas
Vejo varias religioes para louvar um unico Deus
Em minha cabeca nasce as mais diferentes profecias
Via a mudana da Russia
Verei a mudana de New York
E de toda a America
Uma grande explosao mudar
A nossa America
E surgir uma nova cultura mundial
Talvez mais democratica
Dizimando os imprios, e seus poderes capitais
Nascerao homens mais humanitarios
Dentro de um clima de guerra entre o bem e o mal
Que irao implantar a paz eterna
Haver uma unificacao de todas as religioes, formando uma unica
Nacao de fe, filhos do mesmo Deus unico
E eu continuarei nesta estrada,
Com os olhos fixos em um mundo distante buscando voce
Quem sabe um dia eu a encontrarei
A ame e seja feliz
Ou simplesmente, a carregue para sempre em minha memoria
E a ame de todo o meu coracao
Mesmo que venha outros coracoes conquistar
E assim irei construindo
Meus castelos de sonhos
E conquistando mundos
Que jamais eu pensaria conquistar
Vivendo intensamente meus sonhos

Laerte Vicente
21/07/2003



Voce anda perdido
Por esse mundo afora
A procura de vida
Querendo encontrar a liberdade
Esse tal de amor

Voce nada conseguira
Se nao lutar
Para se libertar

A liberdade e o amor
Esta em Jesus Cristo
Voce tem no mundo trabalhar
Ser solidario
Amar as pessoas
Contra a fome, a miseria lutar
Construir um mundo de fraternidade
Destruir toda sua vaidade
Viver na humildade
E nos bracos de Jesus Cristo
Se entregar
E amar, amar
A natureza
Seu semelhante
E os animais

Laerte Vicente
22/07/2003


H ahumanos morrendo
Por uma moradia
Nas grandes cidades

H ahumanos querendo trabalhar
Nas grandes cidades
Ha humanos vitimas
Do preconceito
Nas grandes cidades
Ha humanos morrendo de fome
Nas grandes cidades

Ha humanos em conflitos religiosos
Nas grandes cidades
Ha politicos corruptos nas grandes nacoes
H areligioes omissas
Nas grandes cidades

Ha uma nacao de fe em Cristo
Nas grandes Nacoes
Ha uma lagrima nos olhos
Dos humanos que amam
Na grande cidade

Laerte Vicente
24/07/2003



Andarilhos da vida, perambulam de predios a predios, viadutos e terrenos baldios, a procura de poder ter um lugar para morar, trabalhadores sem rumo, vitimas de polticos inescrupulosos e de uma elite gananciosa, que nao tem senso de solidariedade.

Homens, mulheres e crianas que procuram uma vida digna, massacradas por uma lei, onde trabalhador nao tem vez, uma lei que beneficia bandidos e o trabalhador humilhado.
So restando a pegar na justia Divina crendo que um dia Deus lhe de uma vida mais digna.

Laerte Vicente
24/07/2003




Escrevo poesia
Por que gosto de sonhar
E enche meu coracao de amor
Me transforma numa pessoa
Mais humana
Com uma visao mais ampla
Desse mundo louco que vivemos

Procuro encontrar sempre
A minha paz interior
E querendo ver esse planeta
Mais humano
Onde as pessoas possam
Viver bem e sem miseria

Laerte Vicente
24/07/2003




Eu quero o meu momento
Com ti meu Deus
Quero encontrar a luz
Afastar de mim o mal
Que habita no mundo

Quero encontrar o meu eu
Rir de alegria, e de amor
Chorar e lutar
Por aqueles que nao tem como lutar
Levar a eles meu Deus
Um pouco de sua iluminacao

Ajudar as pessoas
A se encontrar com elas mesmas
E eu me encontrar comigo mesmo

Ilumine pai
Liberte pai
Para que eu possa ajudar
A libertar o proximo

Essa vida esta tao dura
Com seus filhinhos
De um pouco de paz
A seus filhinhos pai
Nao permita que falte
Alimentacao em suas casas
Abencoe mesmo todos os que estao perdidos

Laerte Vicente
03/08/2003


Eu sou um andarilho
Na busca de luz
Andei pelas noites da boemia
Procurando a tal felicidade
Nos botecos, nas cachacas
Nas algazarras dos bailes noturnos

Percorri os prostibulos
A centenas de livros
Abrindo minha mente
E como demente
Querendo ser dono da verdade

Sou andarilho
Em busca de luz
Vi meninos pobres pela sarjeta
E homens ricos fechando
As janelas de seus carros
Para nao dar esmolas
E nem balinhas
Dos meninos pobres comprar

Vejo nos restaurantes do mundo
Muitas comidas a desperdiar
E na rua famlias inteiras
Fome a passar

Sou andarilho
Em busca de luz
Procuro encontrar de joelhos
Diante da cruz, Jesus

Vi homens crus
Seus semelhantes castigar
Castelos de reis
Palacios de politicos
Que massacram o povo
Que os elegeram

Eu sou andarilho
Em busca de luz
Procuro me encontrar
No senhor Jesus

Rodo o mundo
Conheco as mais belas mulheres
Mas continuo andarilho
A procura de luz

Enfrento meus conflitos
Nos momentos de raiva
Solto meu grito
Deus eu quero me libertar
Sou andarilho que vai
Por esse mundo

Eu sei que com Jesus Cristo
Um dia eu hei de me encontrar
E talvez no paraiso
Hei de entrar
Dessa cruz que carrego
Irei me libertar

Sou andarilho
A procura da luz
O senhor Jesus morreu na cruz
Para nos salvar

Sou andarilho a procura de luz
Nao sei se um dia, irei encontrar

Eu quero sempre
Em meu coracao
Amor carregar

Eu quero ver esse mundo feliz
Quero conquistar o universo
Fazer verso
E outras pessoas
Tambem poder ajudar, salvar

Nao quero ser rei
Nao quero poder
Eu quero poder ser
Apenas filho de Jesus Cristo
E amar a Deus

Laerte Vicente
08/08/2003